Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mãe de 3 Milagres da Vida!

Diário de uma Mãe de 3 filhos - Como conciliar a vida familiar e profissional nesta Aventura de Ser Mãe. Quero partilhar as minhas experiências e conhecimento de Ser Mãe! ❤️❤️❤️💓💓🥰🙏

Mãe de 3 Milagres da Vida!

Diário de uma Mãe de 3 filhos - Como conciliar a vida familiar e profissional nesta Aventura de Ser Mãe. Quero partilhar as minhas experiências e conhecimento de Ser Mãe! ❤️❤️❤️💓💓🥰🙏

Dom | 06.06.21

Filhos, Como nos preparamos para o envelhecimento dos nossos Pais?

solua

Demorei duas semanas a escrever este post, porque é um assunto que mexe muito comigo... o que eu posso fazer para ajudar os meus Pais nesta ultima fase da vida deles?

Dar Amor, muito Amor, sem dúvida!

Nunca estamos preparados para o envelhecimento dos nossos Pais. Quem nos tem ensinado, guiado, ajudado na vida e agora sentem-se dependentes e precisam de nós!

Já há algum tempo que temos estado a lidar com o envelhecimento dos meus Pais, não é algo fácil e quando aparece uma doença degenerativa como Parkinson, torna tudo mais difícil para quem tem esta doença e para todos ao seu redor. Novos papéis são atribuídos aos Pais e aos Filhos!

É um processo difícil mas não podemos evitar, nem negar mas sim aceitar, todos nós fazemos o melhor que sabemos e não esquecer, ninguém dá aquilo que não tem...

Esta fase permitiu-nos a todos crescer, aprender e mais uma vez aprendemos com os nossos pais... É uma oportunidade de podermos mostrar o quanto eles são amados.

Mas há dias que não é fácil, é preciso saber gerir as nossas emoções, podemos lidar com estas perdas como um birra de uma criança mimada ou de um Adulto Maduro?!

Sendo um Adulto Maduro temos que:

- Identificar soluções imediatas e a longo prazo,
- Comunicar com os pais,
- Envolver a família no apoio,
- Falar sobre temas difíceis,
- Prolongar a autonomia dos seus pais,
- Gerir as emoções,
- Cuidar de nós!

Os nossos pais já nos ensinaram tudo e já nos deram todo amor que podiam. Eles já fizeram o trabalho deles...

Nesta última parte da vida, teremos que seguir sem eles... é um enorme amadurecimento e que nos ensina a viver a vida ...

Quem cuida de quem cuida? Os próprios.

É preciso dar colo, aprender a receber inclusive os sentimentos negativos que aparecem...

 

Vamos todos pensar:

Eu estaria feliz se os meus filhos se dedicassem a mim, da mesma forma que me dedico aos meus Pais?

De alguma forma não vou esperar a retribuição de todo amor que receberam.

Quero sentir a sensação de dever cumprido e os meus filhos continuarem a viver as suas vidas, felizes!

 

É muito importante não fazer com que os nossos Pais se sintam que são um fardo nas nossas vidas.

Eles nos criaram para mundo e se sentem mal de ver que estão empatando a vida dos filhos.

Por isso, vive os vossos planos (dentro do possível), encontre momentos de alegria e válvulas de escape.

Cuidar da nossa saúde mental é um ato de amor: cuidar de si também é cuidar deles... 

Fonte

 

Vamos fazer os possíveis para termos rotinas saudáveis como alimentação saudável e exercícios diários, para todos envelhecermos eternamente jovens!

19da0a8fc85ec63e0935eac50ee84a0e.jpg

(imagem retirada da internet)

2 comentários

Comentar post